Santa Terrinha
terça-feira, janeiro 25, 2005
  Os Jovens e o Associativismo

Um estudo do Observatório Português da Juventude, sobre as preocupações e motivações dos Jovens Portugueses, revela um dado que, sendo preocupante, não é de todo surpreendente: esmagadora maioria dos inquiridos, cerca de 86%, não tem qualquer participação em grupos cívicos, sociais ou políticos.

Esta questão é particularmente pertinente e vem de encontro a uma das conclusões da Tertúlia sobre o Associativismo na Murtosa, que recentemente reuniu no Bunheiro representantes das Colectividades Marinhoas: é cada vez mais difícil captar "sangue novo" para as associações.

A idade "jovem" é, por assim dizer, um laboratório de experiências, de aprendizagem e de "construção" de identidade. Estes factores serão determinantes na relação futura do individuo com o ambiente social que o rodeia.

A pertença a um Grupo - há dias, a Celine tecia uma série de considerações muito interessantes sobre o assunto - assume portanto uma importância capital no desenvolvimento pessoal, ao nível da sensibilidade, da capacidade de argumentação e de interacção com os outros, do sentimento de utilidade e de auto-confiança.

Recorrendo novamente aos resultados do estudo, deparamo-nos com dado curioso, que por certo ajudará a entender este divórcio entre os Jovens e o Associativismo. Dos 13,5% que garantem pertencer a alguma associação, cerca de um terço estão ligados aos Partidos Políticos e, por ordem decrescente, surgem organizações culturais, desportivas, recreativas, grupos humanitários e religiosos.

Ou seja, a maioria, dos poucos que pertencem a uma organização, escolhe aquela da qual pode tirar mais dividendos, e que lhe permite aceder às esferas do poder: um partido político.

A solidariedade, o "bem comum", a promoção do desenvolvimento comunitário,  têm cada vez menos adeptos. A pergunta não é "o que posso fazer pela minha associação", mas antes "o que é que a minha associação pode fazer por mim".

O idealismo, um dos valores mais marcantes da Juventude, é  substituido pelos tiques egoistas e materialistas, normalmente associados à idade adulta.
Sinais dos Tempos.

 
Comments: Enviar um comentário

<< Home
Blog de um urbano-convertido e rural-enraizado. Pensamentos, reflexões, inflexões, citações, frases feitas e outras nem por isso.
Por Januário Cunha

Este blog é publicado, em simultâneo e com permissão de comentários, no Sapo:
santaterrinha.blogs.sapo.pt

A minha foto
Nome:
Localização: Murtosa (às vezes) Lisboa (quase sempre)
Baú
Março 2004 / Abril 2004 / Maio 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 /

Outras Ligações

Blogues da Murtosa
(Por ordem de chegada à Blogosfera)


r.i.p.

Com costela Murtoseira...
(mais ou menos)

E a Ria aqui tão perto...

Blogues de Bandas Nacionais

Blogosfera

Blogues de Blogues

Links Murtoseiros

Páginas das Escolas

Oferta Turística Murtoseira

Links da Região

Comunicação Social Regional


Portais

Generalistas

Jornais On-Line

Música
Economia
Desporto

Rádios

Úteis

Digam coisas

Links Organizações

Amnesty International
logami.jpg
logosos.gif

Powered by Blogger